The Vale do Vento dream left portugal…

Lovely people that come to our web to find an other live stile, a sustainable way of living. We, the little family, left Vale do Vento since a couple of months. We were tired to be the motor of a project that hat no wheels. Some situations were difficult, at the beginning we were stronger than them, but in the last months were too much for us. That was our dream, that continue in us, but not in this place….

At the moment we are traveling, trying to find out how we want to live, where and with whom.

We are still on line to give u a hand, to answer e-mails and to give further contacts from the little paradise that is, the Alentejo.

See u soon!

Gardenreview

Some pictures and comments on the life in our garden. Klick on pictures for more infos.

A lot of humidity during the warm summernights on the valley floor, where the garde is situated. Susceptible plants like most pumpkins and cucumbers can`t resist the funghi in this climate.

 

Amarant July

Amarant season

We tried some Amaranth on a 5 squaremeter patch without topsoil. The plants on one edge got access to good soil which explains the difference in growth. What was worth harvesting gave us about one liter of seeds. The rest was simply covered with straw for green manure.

 

 

Cyclanthere, Hörnchenkürbis

Curious Cucumbers

Two resistant varieties of cucumber were giving us easy yield and interesting flavors.

 

 

 

 

Swallowtail, Schwalbenschwanz (Papilio machaon)

Swallowtail, Schwalbenschwanz (Papilio machaon)

Some beautiful animals from the garden and surroundings.

 

Summertime; Working time!

The renovation of the House, it will be the common kitchen and living space!

Ingredients: Cob, love and friendship

Vamos escreber mais sobre a experiência, por agora algumas fotos e um grande OBRIGADOS

Umas palavras do encontro da ReCo no Vale do Vento

O Vale do vento esta bem escondido, embora isso, uma vintena de pessoas conseguiu chegar para partillar um dia connosco!

Comemos um peque-nique ao pé do rio, onde as crianças tomaran banho rodiados da beleza do rio Mira nos dias de primaveira. Depois do café começou o trabalho! Com a ajuda do pessoal limpamos uma das casa em ruínas e tiramos a casca de dois pinheiros, para utilizar a madeira na construcção.

Quando tudos tínhamos a sensação de ter feito um grande trabalho, fomos passear com a Lucie e Patricia, que partilharam o seu admirado saber das plantas silvestres comestíveis. Com salicornia, serralha, acelga silvestre e muitas flores preparamos um delicioso jantar, que foi partilhado na nossa casinha. Foi „kuschelig“ como se diz em alemão para dizer que estivemos bem juntinhos. Foi muito bom comer, beber, conversar e dançar com vocês! Terminamos o dia com a sensação de ter aprofundado belas amizades com belíssimas pessoas.

Agradecemos a tudas as pessoas que apareceram para partilhar um dia connosco no vale do vento, especialmente às pessoas que fizeram organizativamente isso possível. Também obrigados pela força e energia que tivemos no domingo de chuva, que embora as condições comimos juntos e tivemos umas reuniões bem frutíferas!

 

 

19 e 20 de Abril, novo encontro da ReCo

Encontro da ReCo no Vale do Vento e mercado com troca de sementes em São Luis19 e 20 abril São Luis

19 e 20 abril São Luis


Sábado dia 19 de Abril

  • Às 10 horas: Encontro no café de Troviscais.
  • Almoço: piquenique ao pé do rio Mira (traz comida para partilhar)
  • Tarde: Ajudada/colaboração com o projecto e passeio de reconhecimento de legumes silvestres com Patricia Caldeira
  • Jantar silvestre
  • Noite: Reunião/convívio da ReCo (Rede Cooperar)

Se estas interessado em visitar-nos, por favor contacta: jsanfeliusa@gmail.com ou 933753492 antes do dia 17 de abril.  Informa-nos se ficas a dormir no vale do vento do sábado para o domingo. Há espaço para por carrinhas, tendas e também vamos ter ums quartos livres.

Domingo dia 20 de Abril

  • das 9:00 às13:00: mercado e troca de sementes na feira da Alegria em São Luis*
  • Apartir da 13:30: Almoço na área recreativa do moinho, ao pé da feira. (Se estas a pensar almoçar conosco manda e-mail: jsanfeliusa@gmail.com ou liga 933753492. Por favor traz  o teu prato e talhers e, se poderes, comida para partilhar)
  • Às 16:00: Jogos infantis
  • Às 17:00: Reunião do banco de sementes no moinho.

Tragam sementes!

* Em frente da Junta de fregesia de São Luis. A Feira da Alegria têm lugar o terceiro domingo de cada mêsficar a dormir no vale do vento do sábado para o domingo.

Como chegar ao Vale do vento

O Vale do vento encontra-se no terreno Monte das Adegas em Troviscais. Seguindo a rua principal de Troviscais começa o caminho de terra depois do segundo Café. Logo chegam os eucaliptos onde tem que ir a direita. Seguem o caminho principal. Depois d’um panel solar na mão esquerda chegam a uma palmeira pequena onde começa o terreno das Adegas, alí tem que apanhar o caminho a direita. Agora é só seguir o caminho principal  e descer, descer, descer. Vamos deixar indicações de como chegar nos cafés da aldeia de Troviscais.

mapa

 

New beds for new seeds

We needed space for the seeds we exchanged on the marked last weekend. So we cleared more blackberries, which leave very good soil behind, as all the plants they overgrow are decomposing underneath.

garten1

We used the vines of the blackberries and a few logs of cork oak to creat a new “hügelbeet”.

huegelbeet1

Our potatoes plants are growing good. We have ca. 18 m² bed for potatoes. That’s not enough for our family’s needs, but it’s a good beginning. We planted them in different conditions; more or less deep dug, with or without mulch, with beans in between… We will see the results in a couple of weeks!

kartoffeln1

Courgettes, onions, peanuts… are now new in the garden. Tomatoes are still under plastic bottles, as the nights are close to 0°C. Paprikas, aubergines, broccolis, salads… are in the seedling bed and we seed some corn for the “Milpa” bed (a crop-growing system used throughout mesoamerica; inter-cropping between corn, beans and pumpkin)

 

Festa da Semente dia 22 de Março

https://i1.wp.com/img3.wikia.nocookie.net/__cb20140301214210/cooperar/pt/images/3/30/Festa_semente.jpg

Temos o prazer de vos convidar para a festa da Semente, a acontecer no dia 22 de Março, na Aldeia das Amoreiras.

Nesta Festa vamos ter muitas actividades diferentes, para homenagear a diversidade das sementes e para alegria de quem participa.

9h às 13h: Mercado das Sementes

Largo da Amoreira com pequenas/os produtoras/es, artesãs, bancas de apresentação dos círculos de sementes e partilha de conhecimento, depósito das sementes, terra da Abundância, Cooperativa Informal, Campanha das sementes livres, Banca das Crianças com a Marie. Convívio e Música.

(Responsável: (Lucie 92 634 1674; Acolhimento, Sara )

10h30 “Visita das sementes” no Mercado

11h30 Troca de Sementes

11h às 12h Futebol com André na escolinha

13h às 14h: Almoço “Jantarinho de Grão”Editar da Adília (para todos os gostos, comparticipação 5 bolotas/oferecido a quem propõe dinâmicas, oficinas ou tertúlias).

15h às 16h30: Passeio na Natureza Encontro na escolinha com André, Marie e as crianças.

15h às 16h30: Visita guiada às hortas da Aldeia. Encontro no Largo da Amoreira com a Lucie e a Mariana.

15h às 18h: Oficinas de partilha de saberes. Temos três espaços, de uma hora cada, para quem quiser vir partilhar algum conhecimento. Responsável: Marcos, 91 639 1663

17h Lanche, Apresentação/Tertúlia sobre a importância de defender as sementes tradicionais ao nível regional na escolinha.

18h30 “Tempo D’Aldeia” Espectáculo de marionetas com a Isabel na escolinha, donativo.

No Domingo, propomos uma ajudada e uma reunião para aprofundar os objectivos da cooperativa informal, na escolinha.